Resseguros
Product Family
Recursos & Ferramentas

Por

Chefe de Programas Globais e Prática de Cativas na América do Norte, AXA XL

Pandemia global. Volatilidade econômica. Um novo "normal” para organizações em todos os setores. 2020 tem sido um ano notável devido aos riscos emergentes, e uma das lições iniciais é a necessidade de melhorar a resiliência. As entidades cativas, que têm sido uma ferramenta confiável há muito tempo para financiar e mitigar riscos, estão provando seu valor como ferramentas igualmente valiosas para deixar as organizações mais resilientes.

Como o rápido surgimento da pandemia do coronavírus demonstrou, estar pronto para interrupções decorrentes de futuros eventos de risco será cada vez mais importante. Por mais grave que seja o impacto da Covid-19, outros riscos continuam a preocupar, como riscos cibernéticos e interrupções energéticas. Talvez a necessidade de resiliência diante dos riscos emergentes nunca tenha sido tão grande.

As cativas oferecem uma série de importantes benefícios para deixar seus proprietários mais resilientes, como:

  • Financiamento de pré-perda. A capacidade de financiar perdas futuras por meio de uma cativa oferece eficiências consideráveis, como ser uma fonte pronta de capital para compensar perdas inesperadas. Em vez de usar outros fundos à mão ou utilizar linhas de crédito, os proprietários de cativas podem utilizar ativos mantidos pela cativa. Embora as organizações tenham usado cativas por décadas para financiar riscos estáveis e previsíveis, as cativas são potencialmente ainda mais valiosas para financiar riscos novos e imprevisíveis.
  • Mitigação da volatilidade. Como entidades que suportam riscos, as cativas asseguram a exposição à volatilidade financeira, aliviando a pressão sobre os balanços dos proprietários. Além disso, sob certas circunstâncias e com aprovação regulatória, as cativas podem servir como fonte de dinheiro se o fluxo de caixa dos proprietários ficar restrito. Por exemplo: empresas de muitos setores enfrentaram problemas de fluxo de caixa quando as autoridades públicas decretaram confinamentos durante a pandemia do coronavírus. O excedente acumulado em uma cativa pode ser distribuído de volta para a matriz e aliviar o fluxo de caixa; ou ser repassado em caso de maior risco.
  • Oferta de coberturas mais amplas. As cativas dão flexibilidade na subscrição de coberturas novas e tradicionais em termos mais amplos. Além disso, as cativas também permitem que seus proprietários otimizem o acesso a coberturas comercialmente disponíveis. Quando as condições de mercado mudam, as cativas podem crescer para assumir mais riscos, nivelando os custos da transferência de riscos. Uma combinação de mitigação, suposição e transferência de riscos geralmente é a maneira mais eficaz de gerenciar muitos riscos imprevisíveis e emergentes, incluindo os cibernéticos.
  • Conexão direta a uma rede de suporte. Ativo essencial e, por vezes, uma necessidade para as cativas, é a conexão que elas têm com um ambiente mais amplo de expertise em riscos e de provedores de serviços; o proprietário da cativa não precisa se preocupar em “cuidar sozinho das coisas” e encontra grande valor na parceria com uma forte operadora de fronting. As cativas também têm a capacidade de acessar diretamente os mercados de resseguros, enorme fonte global de capital. As cativas aproveitam a expertise dos parceiros de seguros na subscrição de diversos riscos, lidando com sinistros complexos e cumprindo a regulamentação de diferentes regiões geográficas. Nos serviços de fronting, por exemplo, a cativa pode fechar contratos em mais regiões, com mais clientes e fornecedores ou até mesmo com terceiros.

Ao diversificarem os riscos no portfólio, a cativas aumentam o capital e os excedentes, fortalecendo a capacidade de assumir riscos novos e voláteis.

Outros elementos de resiliência são a diversificação e um maior entendimento dos riscos que podem atrapalhar as operações de uma organização. Ao diversificarem os riscos no portfólio, as cativas aumentam o capital e os excedentes, fortalecendo a capacidade de assumir riscos novos e voláteis. Com um longo histórico de sucesso, os executivos de alto escalão têm um elevado nível de confiança no uso das cativas como ferramenta financeira nas suas organizações.

A AXA XL tem o compromisso de ajudar as organizações a terem sucesso com estratégias cativas no longo prazo. Portanto, os proprietários de cativas podem confiar na parceria com a AXA XL. Outras maneiras de se beneficiar da expertise da AXA XL com cativas são:

  • Explorar os recursos de subscrição da AXA XL. A AXA XL tem recursos globais e muitos anos de experiência na subscrição de seguros e resseguros. Com nossa profunda expertise em subscrição ajudamos aos proprietários de cativas a tomarem decisões conscientes sobre os riscos de subscrição nas cativas.
  • Utilizar dados e análises sofisticados. Como parceiro de risco, a AXA XL oferece insights relevantes sobre um amplo espectro de riscos e exposições, com ferramentas para subscrições e sinistros.
  • Compreender mais os riscos. Uma das maneiras mais eficazes de aprender mais sobre riscos é assumindo riscos. Ao se fazer isso, a estratégia de “intervir e intensificar” com o aumento de riscos ao longo do tempo, pode ser uma maneira segura de monitorar riscos e coletar dados para tomar de decisões e melhorar o gerenciamento de riscos.

As cativas já estão ao alcance de organizações de quase todos os tamanhos. Nesta era de riscos emergentes, usar uma cativa e trabalhar com um parceiro especializado são ótimas maneiras de atingir e manter a resiliência.


Para contatar o autor desse artigo, por favor, preencha o formulário abaixo.

Seu primeiro nome
Seu Sobrenome
Selecione o seu País
E-mail
Invalid Captcha
 
REGISTRE-SE AQUI