Resseguros
Product Family
Recursos & Ferramentas

Por

Presidente,Risco Politico e Crédito Comercial, AXA XL

Dizer que 2020 foi um ano difícil é um grande eufemismo. O impacto da pandemia global continua a ser sentido nos mercados desenvolvidos e emergentes. Enquanto as nações se debatem com políticas e programas destinados a facilitar a recuperação e o crescimento, é importante reconhecer que os riscos ainda permeiam ao lado das oportunidades de investimento.

Se tem havido um lado bom para as nuvens negras da COVID-19, pode ser que a resposta mundial à pandemia tenha acalmado as tensões geopolíticas por um tempo. Com o lançamento das vacinas, os mercados começam a se recuperar com segurança, e as empresas podem reaparecer das restrições governamentais, embora seja provável que essas tensões reapareçam. O risco de conflito e violência política ainda é forte em algumas regiões.

Com uma mudança na administração presidencial dos EUA, uma agenda econômica ambiciosa e um crescente otimismo do mercado em relação ao controle da COVID-19, o cenário está preparado para um grande aumento na recuperação econômica em 2021. A AXA XL prevê oportunidades de crescimento em diversas áreas, inclusive:

  • Viagens e turismo. Após o lockdown por conta da pandemia em 2020, há uma demanda reprimida por serviços de viagens e turismo. As companhias aéreas e o setor de hospitalidade foram devastados pela COVID-19, e muitas economias de mercados emergentes são altamente dependentes do turismo. A Associação Internacional de Transporte Aéreo estimou que 2020 entraria para a história como o pior ano de todos os tempos, financeiramente, para a aviação.
  • Acordos comerciais. A nova administração dos EUA é clara sobre a inversão de abordagens protecionistas e está fazendo esforços para se reconectar com aliados e agências multilaterais. Internacionalmente, outros pactos comerciais oferecem a esperança de acelerar o fluxo de bens e serviços, o que, por sua vez, impulsionará a recuperação econômica.
  • Investimentos em infraestrutura. Em todo o mundo, há uma tremenda necessidade de substituição e desenvolvimento de infraestrutura – especialmente no espaço das energias renováveis. A infraestrutura é uma prioridade na agenda econômica da nova administração, e os Estados Unidos podem desempenhar um papel de liderança neste setor através de parcerias públicas/privadas para gerenciar riscos de crédito.
  • Investimentos no setor de saúde. Um risco que a pandemia expôs é a necessidade de fortalecer os sistemas de saúde nos mercados desenvolvidos e emergentes. Com os desafios de prestar atendimento a pacientes com condições agudas, de distribuir vacinas para COVID-19, há numerosas oportunidades para investimentos públicos e privados no setor de saúde. O setor de saúde é uma oportunidade de crescimento em muitas regiões, e particularmente na África.

Outro desenvolvimento que sem dúvida ajudará a recuperação global é uma mudança significativa das agências multilaterais, tais como a Corporação Internacional Financeira (IFC) e os bancos de desenvolvimento, para se concentrar nas economias emergentes. Dois pilares estratégicos da IFC, por exemplo:, são a criação de mercados e a mobilização de capital privado para projetos de desenvolvimento em países de baixa renda.

Uma iniciativa chave para facilitar o investimento privado é o Programa de Co-Financiamento Gerenciado de Carteira (MCPP) da IFC. O MCPP permite que investidores institucionais criem carteiras de empréstimos que reflitam as do IFC e gerem riscos e retornos de grau de investimento. O acesso ao financiamento da dívida é especialmente importante para empresas menores em mercados emergentes, onde as necessidades de infraestrutura são grandes. AXA Group, a matriz da AXA XL, é uma orgulhosa apoiadora da IFC, como observou o Presidente do nosso Grupo, e a AXA XL se orgulha de fornecer garantia cambial para apoiar o mecanismo de empréstimo do MCPP.

Numerosas agências, do Banco Mundial ao Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, ao Banco EXIM dos EUA, entre outras, criaram ou aprimoraram programas para ajudar na recuperação econômica devido à COVID-19. Estes programas são um bom começo, mas a necessidade de parcerias públicas/privadas para apoiar o crescimento econômico é contínua.

Agora é o momento ideal para considerar os riscos e oportunidades em investimentos globais. O risco político e o seguro de crédito, assim como os títulos de garantia comercial, oferecem formas comprovadas de mitigar e gerenciar os riscos em projetos que podem proporcionar benefícios de longo prazo para todos.

Sobre o Autor
Daniel Riordan é Diretor Global de Risco Político, Crédito e Obrigações da AXA XL. Antes de ingressar na AXA XL, ele ocupou vários cargos executivos sênior em riscos políticos, especialidades e seguros globais de propriedade corporativa e de acidentes em uma seguradora líder mundial. Ele teve uma longa associação com a Berne Union, uma associação internacional de organizações de seguro de crédito à exportação, atuando como presidente de 2013 a 2015.


Para contatar o autor desse artigo, por favor, preencha o formulário abaixo.

Seu primeiro nome
Seu Sobrenome
Selecione o seu País
E-mail
Invalid Captcha
 
REGISTRE-SE AQUI